Animais ruminantes dependem de microrganismos anaeróbios para realizarem a fermentação de alimentos no rúmen. Os ácidos graxos voláteis e a proteína microbiana resultante da fermentação ruminal constituem a principal fonte de energia e nitrogênio para o ruminante, respectivamente. Entretanto, a fermentação também produz compostos indesejáveis como o metano, diminuindo a eficiência alimentar e contribuindo para o efeito estufa. Além disso a desaminação excessiva de proteínas acarreta perda de nitrogênio na forma de uréia e causa poluição de águas subsuperficiais. O estudo da bioquímica, fisiologia, genética e ecologia microbiana do ecossistema ruminal têm auxiliado na modelagem das comunidades microbianas do rúmen e suas respectivas atividades, com impacto direto no aumento da eficiência alimentar do ruminante. As interações ecológicas entre os anaeróbios do rúmen e diversos patógenos são também objeto de estudo devido a importância dessa associação na segurança alimentar, nas exportações de carne e na disseminação de genes de resistência a antibióticos.

Linhas de Pesquisa:

Aproveitamento de resíduo agroindustrial para produção biotecnológica de aditivo alimentar para ruminantes

Objetivos: Isolar e caracterizar microrganismos do rúmen capazes de produzir propionato e succinato a partir da fermentação da lactose do soro de queijo, e avaliar os efeitos in vitro e in vivo do soro fermentado como aditivo alimentar na nutrição de ruminantes.

Estudo da atividade de própolis e bacteriocinas sobre o crescimento e resistência a antimicrobianos de bactérias causadoras de mastite bovina

Objetivos: Avaliar o efeito antimicrobiano da própolis verde e de bacteriocinas sobre bactérias causadoras de mastite bovina para prevenir e tratar infecções intramamárias.

Utilização de Bacteriocinas para Manipulação da Fermentação Ruminal

Objetivos: Determinar a ocorrência de atividade antimicrobiana entre bactérias isoladas do rúmen de bovinos, e selecionar isolados para serem utilizados na manipulação dos produtos da fermentação ruminal e na inibição de bactérias patogênicas de interesse zootécnico e veterinário.